Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Publicação em destaque

Na cápsula do tempo

Na cápsula do tempo Onde sobrevivo Arquivado, sem luta Parado, sem lamento Comigo convivo Sem maestro, nem batuta!
Na cápsula do Tempo Espreito pela janela A vida rolar dia a dia Longe estou, vou vivendo Do mundo gasto em querelas Mesmo tempo eu percorria
Na cápsula do tempo Sobrevivo só com a saudade Dos amigos que vão partindo Da vigia espreito – Estou vendo O mundo afastar-se: A realidade Conformismo profundo e infindo
Na cápsula do tempo Que da terra mais se afasta Me deixa melhor enxergar O mundo lá longe correndo Tempo fútil que se gasta Contendas inúteis sem parar
Na cápsula do tempo Então, confesso, prefiro estar Sobrevivendo sem companhia Meus sonhos vou percorrendo De amores, sem poder amar Vãs Esperanças de algum Dia!
Na Cápsula do tempo sigo, sem parar!






Mensagens recentes

O Poema que não consegui escrever

Para Ti, o que podia ser um Poema
Para Ti e por Ti, tento ser poeta. Mas, nessa vã tentativa, tolamente só alcanço voar em asas infinitas,
seguindo para além do eterno, respirando ao som de lágrimas protegidas pela esperança: De mais um abraço apertado e mais um longo e doce beijo Sabe... Gostava de ser Poeta como Tu, somente para ter o poder de falar do meu coração direitinho apontado ao teu, mas a minha tentativa é tão tola - Pois sei que esse meu escrever de poeta nada tem, além de seguir em dor pela constância da madrugada, tecendo dentro do meu coração o mais perfeito da tua alma amada num receio de perder o fio do que em mim parece ser inteligência.
Porque amando-te meu Anjo, eu...queria ser poeta singela como as flores, Cálida como o amanhecer, terna como o teu sorriso. Porém terei de enfrentar a dura realidade aceitando contente, como uma pobre agradecida, a escassa esmola em aqui, ficar - Sentindo-te, olhando-te  apaixonada, entregue ao deleite do encanto e à saudade que sempre mo…

Do hábito biscoitos d'açúcar

De pedaços de poesias 
Fiz uma nuvem de melodias 
No mundo de suaves revoadas 
Valsando em asas encantadas 

Nas palavras erguendo magias 
Dançando sons em rapsódias 
De paixões fragmentadas e fugidias 
Acolá, chegarei com outras histórias

Nos passos -  Carinho ao aconchegar 
Com doçura que imagina minha mente 
Meus sentidos se elevam  ao prestar 
Em compasso de superação finalmente! 

De Ti em mim sonhos... 
Infinitamente. 

Ronilda David in ‪#‎AQuânticadaestupidainteligência‬













Gestos e Desgostos

Direi que ao invés das dores Da impiedade na alma que tinha Das feridas, tormentos e pudores

Amnésia amaldiçoada tão minha
Na roda da labuta – Perdida a Fé No eco da lógica irracional Talvez terror de mais um pontapé Tentativa tola, vã e anormal

Óh saudade do que jamais fui Nem mesmo em sonhos loucos Desvario torto – Assim se conclui Exausta, descansar precisarei um pouco

Finalmente Finalmente Finalmente Isso Somente !


Ronilda David in ‪#‎AQuânticadaestupidainteligência‬

sorridente, calada e persistente.

Era para ser ao contrário dessa fumaça, que assoprada ou mesmo inalada se vai... Era para ser volátil como um passe despercebido de mágica. Era para ser apenas alguns segundos de choro, de lágrimas vazias de alegrias, preenchidas de solidões vis. Era para ter sido, mas nunca foi, pois sempre é... Essa dor corrupta, invasora, que desdenha da minha confusão por não compreender, as razões da vida em impor ela em mim, como carrasca sorridente, calada e persistente. Era para ser uma nesga do que passou e dormiu no tempo, mas vejo que é meu presente: Resistente, crítico e decadente.

Ronilda David in ‪#‎AQuânticadaestupidainteligência‬


Probabilidades

Comentários Helder Fernando GonçalvesA inquietude que te domina e que é o alimento da tua alma tem o dom de fazer de ti uma poetisa de mão cheia. Tua vida atormentada envolve-te numa constante perplexidade. Ao ler-te sempre me fica a nítida consciência da tua alma doce mergulhada numa infinita e suave tristeza. Parabéns
Helder Fernando GonçalvesMerece um brinde ao meu jeito

Honradez

Honradez... Tua Manta De Diamantes
Amanheça Para a vida, Para o melhor quetem Respeita a aliança Acredite que adiante O real do que éseu legado Espera...
Amanheça Para a boa vontade de Dar as mãos E o perdão, compartilhar Os sonhos Os sorrisos O pão...
Amanheça E dê avocê, perdão Porque o erro reconhecido É acolhedor para a alegria Da humildade que afasta a tristeza ... E traz a esperança de que... Hoje, vai dar certo!

Eu Sou Feita De Pedaços De Espelhos

Eu Sou Feita De Pedaços De Espelhos
Sabe… Eu sou feita de cacos de vidro Entre eles há espelhos, aço, E pedacinhos de margaridas.
Por vezes machuco quando tento dar carinho.