Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2016

Ruas Desertas

RUAS DESERTAS

As ruas por onde passo estão desertas. Sem alma, janelas fechadas, luz difusa Portas fechadas - Cadeados bem fortes. Caminhando com esperanças incertas Onde encontrar abrigo, sem ter recusa, Continuo, perdido em tantos desnortes
As ruas por onde passo existem pessoas Escondem-se em cortinados, nas janelas; Espreitam quem passa, não se mostram, Nem abrem as portas, o medo está nelas- Preconceitos, outras razões menos boas, Veem-me passar, de mendigos não gostam!
Hélder Gonçalves
Maio 2012

Marcha de Alfama 2016

Marchar com luz e alegria Basta ver garbosa alfama Em desfile –  olhai, quem diria
Outra vez ganhou - fica a fama

HG


Amanhã - por Hélder Gonçalves

Amanhã ficarei mais só Sem uma grande amiga De tantos anos Amanhã ao abrir a porta Não terei a sua alegria Ninguém me conforta Ela partirá tranquila Sem saber que já não volta Quem decide por ela Puta de vida, que revolta Eutanásia - minha decisão Hoje, véspera da execução Ao meu lado, confiante No doce olhar penetrante Como interrogando Lágrimas do meu pranto  Da cadela Daisy 
Com saudades vou ficando
Amanhã!




24-10-2014

OFERTA DE AMOR por Hélder Gonçalves

Em meus silêncios Gritos existem. Nos meus sorrisos, Dores se disfarçam. Em meus cantares, Tristezas se passam. No meu coração, Amor presente, Latente, demais: Alegria de dar Sigo, e dou a mão!
Pela estrada da vida, Serei peregrino. Sereno, eu caminho. Na minha bagagem, Amor infindo levo. Ofereço a quem pedir, Estendo a mão - Faço questão e relevo. É este o meu sentir: Aqueles que nada dão, Muitos sobram: Esses, não têm perdão!
Docarmo
Março 2012

Oferta de Amor - por Hélder Gonçalves

Dedicado à minha querida sobrinha Patrícia Branco


Em meus silêncios Gritos existem. Nos meus sorrisos, Dores se disfarçam. Em meus cantares, Tristezas se passam. No meu coração, Amor presente, Latente, demais: Alegria de dar
Sigo, e dou a mão!
Hélder Gonçalves Maio 2016