Eu Sou Feita De Pedaços De Espelhos





Eu Sou Feita De Pedaços De Espelhos

Sabe…
Eu sou feita de cacos de vidro
Entre eles há espelhos, aço,
E pedacinhos de margaridas.

Por vezes machuco quando tento dar
carinho.

Mas me perdoa...

Peço  perdão...

Mas não vê que sou bem-me-quer
E mal- me –quer também?

Se às vezes cego seu olhar com
Lágrimas de tristeza.

Perdão, perdão Meu Aba adorado...

O aço quando fundido ele derrete
E queima.

Não foi por mal querer.

Sou feita de fragmentos de espelhos
Onde vê em minha alma o feio e o belo,
a imperfeição do que não sou perfeita
Por isso se muitas vezes por palavras e
atos.

Já dilacerei o seu coração
Peço com humildade...

Me perdoe
pois sou tão humana quanto és humano.

Sei que sou feita de cacos de vidro, que
corta, fere, reflete as vezes não o
melhor de mim, e sim o pior.

Mas peço não me queira mal, perdoe-me.

Sou apenas uma estrangeira na terra de
ninguém.

Em carne e osso muitas vezes
desacertando para acertar.
Perdão...

Ronilda David/Loubah Sofia

Em “Deuses, Diabos & Lobos”

Mensagens populares deste blogue

SP – Sindicato dos Pobres

Honradez

Do hábito biscoitos d'açúcar